sábado , novembro 25 2017
Home / Beleza / Tratamento com laser de última geração para pernas mais bonitas

Tratamento com laser de última geração para pernas mais bonitas

Pernas belas, lisinhas, sem manchas e sem varizes é o desejo da maioria das mulheres. Principalmente, quando é hora de colocar um short, um vestido mais curto!

Devido à genética e também com o passar dos anos alguns vasinhos aparecem. E quando o assunto são as varizes, não é só a questão estética que incomoda. Uma das queixas muito comuns é a sensação de peso e cansaço constante nas pernas, se acentuando ao longo do dia e piorando com longos períodos de inatividade.
O angiologista Leonardo Almeida, diretor da clínica Inovas na Barra da Tijuca (DJ), explica que pode acontecer coceira na região onde existam as varizes, e também inchaço principalmente nos tornozelos e pés. “Hábitos saudáveis de vida com certeza interferem na velocidade desse problema. O fator que mais interfere na piora da doença venosa é a gestação, ainda mais quando a paciente ‘emenda’ uma gravidez sobre a outra, dando pouco tempo para seu organismo recobrar a situação inicial”, explica o especialista.
Para o médico, os procedimentos que utilizam lasers de última geração estão em alta e contribuem para o tratamento de varizes e vasinhos.

LASER DE ÚLTIMA GERAÇÃO

A boa notícia é que todos os tipos de vasos têm como ser tratados e melhoram muito a aparência das pernas que tanto preocupam. É muito comum uma mesma paciente ter diferentes tipos de vasos, e, portanto, receber diferentes tipos de tratamentos. O tipo de tratamento vai depender, entre outros, do calibre do vaso a ser tratado.

“Os microvasos respondem muito bem ao tradicional tratamento por escleroterapia, onde uma substância é injetada no interior deste vaso, levando ao seu fechamento e absorção pelo organismo. Quando isso não acontece, devemos avaliar se esses vasinhos não estão sendo alimentados por uma veia nutridora, mais profunda e de maior calibre. Essas veias geralmente respondem muito bem ao tratamento através do uso do laser transdérmico NdYag 1064, capaz de tratar vasos de até 3mm e a até 5mm de profundidade na pele. Na clínica Inovas utilizamos um dispositivo de realidade aumentada para identificar estes vasos sob a pele”, explica Dr Marcelo Monteiro, também angiologista da clínica Inovas .
Atualmente, a grande maioria das pacientes para esse tratamento com Laser de última geração são mulheres entre 30-60 anos, que não querem se submeter a procedimentos cirúrgicos e não querem se afastar de sua rotina diária. ” Elas são tratadas através da combinação do uso do laser transdérmico e da escleroterapia, permitindo uma redução em cerca de 75% nas nossas indicações de cirurgia”, afirma o angiologista.
Os angiologistas explicam ainda que todos os procedimentos realizados na Clínica Inovas acontecem sobre resfriamento ativo da pele, utilizando um aparelho capaz de expelir ar a até -5ºC, “o que causa uma analgesia na pele, tornando o procedimento bastante tranquilo”.

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

esmaltes

Salada de frutas para as unhas: a aposta da Alfaparf

A marca de esmaltes Alfaparf Cosmética di Trattamento da L’Apogée aposta em uma linha com …