segunda-feira , outubro 23 2017
Home / Câncer / Nova opção de tratamento para pacientes com câncer colorretal metastático

Nova opção de tratamento para pacientes com câncer colorretal metastático

Pacientes com câncer colorretal metastático contam agora com uma nova opção de tratamento, o Zaltrap (aflibercepte). O câncer colorretal é um dos mais fatais e é responsável por mais de meio milhão de mortes todos os anos em todo o mundo. Segundo dados do INCA, estima-se que mais de 34 mil casos de câncer colorretal foram diagnosticados em 2016, provocando a morte de mais de 15 mil pessoas.

“Felizmente, cada vez mais, temos opções terapêuticas para tratar o câncer colorretal e o paciente vive cada vez mais tempo e melhor. Uma forma de propiciar isso ao paciente é oferecer diferentes linhas de tratamentos. Então, a forma como você usa o arsenal terapêutico, a sequência, tende a impactar o benefício final e clinico do paciente”, afirma Túlio Pfiffer, oncologista do Hospital Sírio-Libanês e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP).

“Aflibercepte é uma nova opção de tratamento e, embora tenha um perfil de eventos adversos um pouco maior, é bastante ativo, oferecendo uma boa resposta quando em combinação com FOLFIRI, ou seja, reduzindo o tamanho do tumor para pacientes com doença mais agressiva”, explica  Rachel Riechelmann, oncologista e diretora científica do Grupo Brasileiro de Tumores Gastrointestinais.

O medicamento é produzido pela farmacêutica Sanofi.

 

 

 

 

 

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

Calculadora virtual e debate do Oncoguia em SP alertam para combate ao tabagismo

  O tabagismo está na origem de 90% de todos os casos de câncer de …