quinta-feira , outubro 19 2017
Home / Filhos / Campanha alerta futuras mães sobre efeitos da bebida alcoólica no bebê

Campanha alerta futuras mães sobre efeitos da bebida alcoólica no bebê

gravidezsemalcool

A campanha #GravidezSemÁlcool alerta os brasileiros, em especial as gestantes e mulheres que desejem engravidar, sobre a Síndrome Alcoólica Fetal (SAF) e os efeitos do álcool no feto e no recém-nascido. A meta é conscientizar a população sobre os malefícios da exposição pré-natal a qualquer tipo e quantidade de bebida alcoólica em qualquer momento da gestação. Evidências médicas demonstram que um só gole pode acarretar problemas graves e irreversíveis ao bebê. Na sexta-feira, uma blitz de conscientização foi realizada no Conjunto Nacional, em São Paulo.

A Síndrome Alcoólica Fetal (SAF) é uma doença grave decorrente da ingestão de álcool durante a gestação. A SAF não tem cura e pode causar danos irreversíveis à saúde da criança, sendo considerada uma importante causa de retardo mental não hereditário.

Entre os principais danos que a doença pode causar à saúde da criança estão alterações na face, malformações em órgãos como o coração, sistema musculoesquelético e articular, vértebras e rins, dificuldades na aprendizagem, problemas de motricidade, fala e memória, transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, desordens auditivas, dificuldades no relacionamento com outras pessoas, problemas de saúde mental na fase adulta.

A iniciativa é da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP), com apoio do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp), e parceria com entidades médicas.

O Cremesp e a SPSP, juntamente com o Ministério Público de São Paulo, preparam um projeto de Lei para apresentar à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), que prevê que bares, restaurantes, mercados, entre outros estabelecimentos, divulguem sobre os riscos da SAF, afixando cartazes sobre o tema.

Sobre a SAF 

A doença contabiliza, no mundo, de 1 a 3 casos por 1.000 nascidos vivos. No Brasil, não há dados oficiais do que ocorre de norte a sul sobre a SAF. Entretanto, existem números preocupantes, de universos específicos, que indicam que a questão ainda é desconhecida e negligenciada. Um estudo realizado no Hospital Cachoeirinha, com quase 2 mil futuras mamães, apontou que 33% bebiam mesmo esperando um bebê. O mais grave: 22% consumiram álcool até o dia de dar à luz.

Não há cura para a SAF. Para atenuar os sintomas da doença, crianças  diagnosticadas com SAF necessitam de atendimentos médico, psicológico e terapêutico, que se prolongarão por toda a vida.  Não há níveis seguros
de ingestão de álcool durante a gravidez. Portanto, a gestante deve optar por tolerância zero em relação à bebida alcoólica.

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

bebe

Consequência da microcefalia na visão das crianças é pesquisada por farmacêutica

SPRING HOUSE (PA) – A farmacêutica Janssen está pesquisando as consequências da microcefalia na visão …