terça-feira , julho 25 2017
Home / Filhos / Gravidez tardia, como a da apresentadora Eliana, requer mais cuidados

Gravidez tardia, como a da apresentadora Eliana, requer mais cuidados

eliana

 

Aos 43 anos, a apresentadora Eliana anunciou em seu programa no último domingo, dia 2 de abril, que está grávida novamente, agora de uma menina.  Eliana já é mãe de Arthur, de 5. A notícia repercutiu nas redes sociais rapidamente. E, claro, fez muitas mulheres refletirem sobre ter um outro bebê após os 40 anos.

A ginecologista Maria Elisa Noriler alerta que mulheres que optam pela gestação nessa fase precisam tomar alguns cuidados extras com sua saúde e de seu bebê.

Um dos principais cuidados quando se opta por engravidar mais tarde é observar se não há histórico familiar de mães ou irmãs com antecedente de falência precoce dos ovários. “Às vezes, há a necessidade de congelamento dos óvulos”, alerta a especialista.

Portanto, é necessária atenção aos riscos dessa decisão:

– Diabetes gestacional e hipertensão que podem desencadear uma antecipação do parto;

– Ter um bebê com problema cromossômico, relacionado com a idade a idade materna avançada , como exemplo a Síndrome de Down entre outras .

– Metabolismo mais lento que pode fazer com que a futura mamãe ganhe mais peso na gestação;

– Maior risco para malformações do bebê;

– Maiores chances de desenvolver eclâmpsia.

Ainda segundo a especialista, alguns cuidados como fazer ultrassonografia morfológica com especialista em medicina fetal; estar dentro do peso ideal, ter controle da pressão arterial, manter hábitos saudáveis com alimentação rica em vitaminas, praticar atividade física regularmente, não fumar, diminuir a ingestão de álcool e também estar em dia com o calendário de vacinas são essenciais para evitar problemas durante a gestação.

A médica Maria Elisa Noriler é responsável pelo setor de Ginecologia Endócrina InfantoPuberal e Climatério do Hospital Municipal Maternidade Escola de Vila Nova Cachoeirinha.

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

brincarNICK2

Dia de Brincar da Nickelodeon acontece dia 27 em São Paulo

Todos nós sabemos que brincar é fundamental no desenvolvimento da criança. No próximo dia 27 …