quinta-feira , outubro 19 2017
Home / Lifestyle / Artigo: Pedalar é compartilhar benefícios

Artigo: Pedalar é compartilhar benefícios

* Célia Padilha Fernandes

Não importa a modalidade, se é para lazer, saúde, esporte ou locomoção, a prática do pedal é a melhor maneira de compartilhar os benefícios.

Quando se opta por usar a bike como meio de transporte, você está gentilmente beneficiando muitas outras pessoas, seja por diminuir o fluxo de pessoas no transporte público,  no caso de deixar o carro na garagem,  seja por não emitir gases nocivos a saúde da população.

Outro ponto em que vemos um ganho compartilhado é a da saúde de quem pedala, além conquistar um maior condicionamento físico, com a prática contínua, pode se acompanhar um gradativo aumento da aptidão cardiovascular,  aumento da força muscular e da flexibilidade, melhora da mobilidade articular, da postura e da coordenação e fortalecimento dos ossos. Mas isso não é pessoal?

Sim, é bem pessoal, mas uma vida saudável diminui as crises e idas aos médicos, sem contar que a prática traz muito mais disposição, o que deixa a pessoa muito mais produtiva, seja no trabalho ou em casa, sobrando tempo para uma melhor convivência. E no final de contas também teremos um sistema de saúde menos “lotado”.

E para terminar, compartilhar bom humor. Isso se deve por causa da nossa produção de serotonina, neurotransmissor responsável pelo bom humor.  E para ser sincera este é um melhor dos benefícios de quem pedala.

Afinal,  tem coisa melhor que bater um papo com quem acabou de chegar de bike? Então vamos lá, tire sua bike da garagem e  venha bater um papo conosco.

* Célia Padilha Fernandes é diretora de marketing da Mobike

 

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

Já ouviu falar em avaliação 2D para corredores?

    Se você acha que o número de pessoas correndo a sua volta só …