quinta-feira , outubro 19 2017
Home / Lifestyle / Bancos investem no bem-estar dos funcionários

Bancos investem no bem-estar dos funcionários

Santander é um dos bancos engajados com a qualidade de vida e saúde dos colaboradores
Santander é um dos bancos engajados com a qualidade de vida e saúde dos colaboradores

Já pensou ter serviço de manicure, massagem e até drenagem linfática por preço bem baixinho e dentro do prédio em que trabalha? E fazer uma consulta com especialista ou ainda tirar sangue sem sair do escritório, evitando as longas esperas nos hospitais? E contar com apoio psicológico em um momento de luto?

Essas são algumas das ações que grandes bancos como Itaú Unibanco, Bradesco e Santander têm investido para dar maior bem-estar a seus funcionários. Em troca, as empresas contabilizam o aumento da produtividade e do comprometimento com as missões institucionais.
No Itaú, maior banco privado do país, há serviço de apoio pessoal disponível para colaboradores e familiares que oferece atendimento por telefone 24 horas por dia de psicólogos, assistentes sociais, advogados, nutricionistas e até personal trainer. O ambulatório com especialista e coleta de exame de sangue também é do Itaú e está instalado em todos os polos administrativos da instituição.
“Anualmente, fazemos uma pesquisa com todos os colaboradores do banco e uma das questões é referente ao ambiente saudável de se trabalhar. No último ano, vimos um aumento de sete pontos percentuais nesta questão, o que nos aponta que estamos no caminho certo”, disse Marcelo Orticelli, diretor de Pessoas do Itaú.
Há ainda espaços chamados “Corpo e Mente” nos quais os funcionários podem fazer massagens, reflexologia, shiatsu e drenagem linfática.
Já no Bradesco, o projeto Viva Bem, iniciado em 2012, concede orientação nutricional e incentivo à prática de atividades físicas, com descontos em academias e a organização de grupos de corrida de rua, com o o objetivo de “promover a saúde e ampliar o conhecimento nesta área, favorecendo a mudança de estilo de vida dos participantes”, disse o banco em nota enviada a este blog.
Na sede do banco, são oferecidos de forma gratuita também os requintados exames de bioimpedância, procedimento que analisa com precisão a composição corporal, acompanhado de orientações para manter um estilo de vida mais saudável.
Esse tipo de investimento ganhou força nas instituições financeiras após o início da crise financeira mundial, em 2009, segundo explicam especialistas em recursos humanos. Isso porque a promoção de atividades preventivas, como orientação esportiva ou nutricional e atendimento psicológico, em tempos de dinheiro curto, tendem a reter talentos diminuir passivos trabalhistas e até melhorar a reputação da empresa no mercado.
“Não temos dúvida de que o ambiente saudável interfere no engajamento.  Não somos dois indivíduos, somos seres individuais, complexos, com desafios e problemas. Como companhia, acreditamos que podemos ajudar”, explica Vanessa Lobato, vice-presidente de RH do Banco Santander.
O Santander criou o programa global “Be Healthy”, que tem como lema “sua saúde é sua atitude”  para fazer os colaboradores a repensarem hábitos e rotina de vida. Além disso, o banco oferece vacinação, gym pass para os adeptos de exercícios físicos e dá apoio às gestantes e às mamães com salas de amamentação. O colaborador que esteve de licença médica por um longo período recebe uma atenção do Santander no retorno ao trabalho.

“Oferecemos apoio psicológico em momento de luto ou mesmo em alguma situação que cabe a ajuda”,  explica Vanessa.

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

Já ouviu falar em avaliação 2D para corredores?

    Se você acha que o número de pessoas correndo a sua volta só …