Home / Lifestyle / “Óleo de coco é vilão”, alertam especialistas

“Óleo de coco é vilão”, alertam especialistas

oleococo

Há algum tempo  o óleo de coco virou o queridinho de pessoas que querem emagrecer. Sob o rótulo de 100% saudável, virou mania de consumo, seja no preparo dos alimentos e até mesmo no consumo em cápsulas. Há quem beba café com óleo de coco. Porém, não é bem assim, segundo especialistas e sociedades médicas, que são contrários ao seu uso.

Duas das entidades mais respeitadas, a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO) já se posicionaram e publicaram um comunicado oficial, onde afirmam ser contra a  utilização do óleo de coco para o emagrecimento, por  falta de comprovação científica do produto para tal finalidade.

O óleo de coco, segundo a endocrinologista Maria Fernanda Barca,  tem um alto teor de gorduras saturadas e propriedades inflamatórias. “O óleo de coco é um grande vilão, e não amigo. Não tem benefício nem estudo que comprove sua eficácia”, alerta a médica, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e da Sociedade Europeia de Endocrinologia (SEE).

A gordura saturada também pode aumentar o colesterol LDL (o “ruim”) e contribuir com o aumento da gordura abdominal. Estes fatores aumentam o risco de doenças cardiovasculares. Cuidado!

A recomendação é usar azeite para cozinha e o tipo extra virgem para saladas, de acordo com a médica.

Lembre-se: consulte sempre um especialista, como endocrinologista e um nutricionista para orientação e um programa de emagrecimento correto.

 

 

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm

Veja Também

suplemento

Sustagen lança fórmula para adultos

  De olho no público com mais de 50 anos, Sustagen decidiu apostar numa fórmula …