sábado , julho 22 2017
Home / Saúde Bucal / Dez dicas para uma boca saudável

Dez dicas para uma boca saudável

O dentista Rodrigo Venticinque, diretor da Venticinque Odontologia, dá dez dicas de como manter a saúde bucal e, assim, ter menos propensão a cáries, problemas de mastigação e doenças gengivais. Confira:

1.      Amamentação – é preciso que o bebê seja amamentado por, pelo menos, seis meses, pois além do vinculo afetivo e melhora do sistema imunológico, ele também criará o hábito de respirar pelo nariz. O exercício que a musculatura faz ao mamar também promove o crescimento dos ossos, evitando, no futuro, problemas respiratórios e de alinhamento dos dentes.

2.      Evitar carboidratos fermentáveis – não consumir mais do que cinco pequenas porções ao dia de alimentos como doces, refrigerantes, biscoitos, pizzas, macarrão e pães.

3.      Uso do flúor – os ácidos bucais produzidos pelos açúcares retiram o cálcio do dente, porém o flúor, presente nos cremes dentais, devolve o cálcio mais rapidamente.

4.      Escovar os dentes após as refeições mais importantes – como café da manhã, almoço, jantar, sendo a última escovação a que deve-se ser feita com maior cuidado. O tempo recomendado é de cerca de cinco minutos. A escova deve estar sempre nova para a melhor remoção da “cola” que permite que as bactérias grudem nos dentes. A troca da escova deve ser feita dentro de um e três meses.

5.      Técnica de escovação – é muito importante para a remoção da placa bacteriana que o dentista explique a melhor forma de escovação para cada pessoa. É possível colorir a placa bacteriana no consultório e, assim, demonstrar, na prática, o método correto, que basicamente deve cobrir todos os dentes, pela parte de dentro e de fora, com cuidado e precisão.

6.      Utilize o fio dental pelo menos uma vez ao dia – dobre o fio ou fita, desta forma é possível limpar de forma mais eficaz. O movimento deve abraçar o dente, mantendo o dedo que leva o fio ao sulco dental, o mais próximo possível do dente e fazendo movimentos como se estivesse se secando com uma toalha (vai e vem).

7.      Coma bastante frutas e verduras – estes alimentos, além de não produzirem muitos ácidos bucais, também promovem a autolimpeza dos dentes. São eles: Maçãs, cenouras, etc. Substituir doces por frutas é muito mais saudável.

8.      Visite regularmente um dentista – dependendo do risco de doença periodontal, cáries e lesões, a periodicidade pode variar de 3 a 10 meses. A consulta deve verificar a presença de cáries, inflamações na gengiva, abrasões, desgastes, abraces, doença periodontal, câncer, halitoses, problemas posturais e de fonoaudiologia, entre outros. Nas consultas, é importante que o paciente seja orientado sobre as técnicas de prevenção.

9.      Cuidar do bruxismo (ou o ato de apertar com força os dentes) – a força pode chegar a 300 kg durante o sono, por isso, esse movimento, feito de forma contínua, acaba por desgastar e provocar lesões nos dentes, ocasionar dores no pescoço e na cabeça e ruídos nas articulações da boca que ficam próximas ao ouvido. Também pode ser a causa do zumbido. É importante que um dentista, especialista em disfunção temporomandibular e dor orofacial, seja consultado, nestes casos.

10.   Ficar atento às infecções bucais – dentes cariados, tártaro, bolsas ao redor dos dentes, inflamações na gengiva são sinais de que há focos de infecções na boca. Se não forem tratados rapidamente podem entrar na corrente sanguínea e afetar outros órgãos do corpo, causando doenças cardiorrespiratórias, dificultando o controle da glicemia, entre outros.

 

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

aparelhoinvisivel

Xô, sorriso metálico: aparelhos transparentes e sem fios ganham cada vez mais adeptos

Sabe aquele sorriso de boca fechada que os jovens dão, só para não mostrar o …