sábado , novembro 25 2017
Home / Saúde Bucal / Escova de dentes deve ser trocada mensalmente, alerta dentista

Escova de dentes deve ser trocada mensalmente, alerta dentista

escovadentesdicas

 

Você é daquelas pessoas que trocam de escova de dentes só quando ela está bem desgastada? Se respondeu sim, é hora de mudar de atitude em prol da saúde bucal. Acredite, a escova de dentes deve ser substituída a cada 30 dias. O alerta é do dentista Fernando Massi, um dos fundadores da Orthodontic.

“A escova de dentes retém bactérias e fungos. E isso vai trazer riscos à saúde bucal”, explica o dentista.

Quando a  escova não é trocada, além dos riscos citados, ela ainda deixará de cumprir sua função, que é limpar os dentes, segundo o dentista.

Na prática, o que os dentistas notam é que a troca costuma ocorrer bem acima dos três meses, chegando até a seis meses. Neste tempo, as cerdas costumam estar bem desgastadas e desalinhadas.

O local onde se guarda a escova também cumpre papel importante na higiene bucal.

“É  recomendado muito cuidado com o local também. É preciso guardar em local arejado, sem umidade.  Evitar aqueles copos no banheiro ou armários fechados. O ideal é ficar pendurada em algum local com ventilação, com fluxo de ar. Já foram encontradas até larvas do mosquito transmissor da dengue dentro de copos com escova de dentes”, revela Fernando Massi.

E lembre-se: visite o seu dentista regularmente

 

 

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

dentista

Evento anuncia novidades na área da odontologia em São Paulo

  A odontologia é uma das áreas de grandes avanços nos últimos anos. E muito …