sexta-feira , outubro 20 2017
Home / Tratamentos / No dia do Alzheimer, laboratório lança curso online e gratuito para cuidadores, familiares e pacientes

No dia do Alzheimer, laboratório lança curso online e gratuito para cuidadores, familiares e pacientes

O Aché Laboratórios lança hoje, dia 21 de setembro, no Dia Mundial da Doença de Alzheimer, um curso online e gratuito para levar informações para familiares e cuidadores de pacientes portadores da Doença de Alzheimer. O curso faz parte do programa “Cuidados pelo Cuidador” e reúne videoaulas e materiais informativos com orientações para pessoas que lidam com a doença.

O curso conta com a chancela de uma das maiores organizações de ensino do Brasil, a Estácio, e o apoio científico da Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz). Para acessar o curso, o usuário deve entrar na plataforma Cresça com Aché e realizar cadastro. Depois, deve escolher o perfil “Cuidador” e acessar “Meus Cursos” para ver os módulos que estarão disponíveis em até 48 horas após o cadastro.

Prevenindo o Alzheimer

No mundo, cerca de 45 milhões de pessoas são impactadas pela Doença de Alzheimer (DA), segundo estimativa da organização Alzheimer’s Disease International (ADI). Só no Brasil, a doença impacta 1,2 milhão de pessoas.

Segundo Thais Cuperman Pohl, neurologista e gerente Médica da área de Sistema Nervoso Central do Aché, um dos efeitos mais preocupantes da doença é a perda do funcionamento cognitivo. “A Doença de Alzheimer responde pela metade das causas de demência no mundo”, afirma. De acordo com a ADI, a cada quatro segundos um novo caso de demência é detectado no mundo – e a previsão é de que, em 2050, haja uma ocorrência a cada segundo.

Para a especialista, a campanha é fundamental, pois leva informações para as pessoas lidarem da melhor forma com a doença e alerta para a busca pelo diagnóstico precoce e o tratamento. “No Brasil, apenas 14% da população com a doença recebe tratamento adequado. Se detectada no início da doença, a progressão da DA pode ser desacelerada e os sintomas da doença podem ser melhor controlados, permitindo que o indivíduo viva com mais qualidade de vida”, explica Thais.

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

Gel hidratante à base de ácido hialurônico alivia desconforto íntimo da mulher

Seja pela menopausa, período pós-parto ou por alguma outro problema de saúde, as mulheres podem …