terça-feira , julho 25 2017
Home / Tratamentos / Remédio inovador para tratar artrite reumatoide será oferecido pelo SUS

Remédio inovador para tratar artrite reumatoide será oferecido pelo SUS

Artrite reumatoide

 

Uma boa notícia para os pacientes com artrite reumatoide, doença inflamatória crônica que afeta várias articulações, inclusive as das mãos e dos pés: o medicamento Xeljanz (citrato de tofacitinibe) será distribuído pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O remédio, produzido pela farmacêutica Pfizer,  é indicado para o tratamento de artrite reumatoide ativa moderada à grave.

A previsão é a de que o produto esteja disponível no Sistema Único de Saúde (SUS) em até 180 dias após a publicação no Diário Oficial da União (neste caso, foi publicada no dia 2 de fevereiro).

SAIBA MAIS

Lançado no Brasil em 2015, Xeljanz representa uma nova classe de medicamentos para o tratamento da artrite reumatoide. Administrado por via oral, o produto tem um mecanismo inovador que age dentro das células, inibindo a janus quinase, uma proteína importante nos processos inflamatórios característicos da enfermidade.

Para o diretor médico da Pfizer no Brasil, Eurico Correia, o fato do medicamento ser oral, pode contribuir para a adesão ao tratamento.

A artrite reumatoide é uma doença crônica, inflamatória e progressiva, que afeta as articulações e pode causar rigidez, deformidade articular, desgaste ósseo e uma série de incapacidades para a vida diária. Mais comum por volta dos 40 anos, auge da vida profissional, a doença exerce um forte impacto para a capacidade produtiva do paciente. No Brasil, estima-se que a enfermidade atinge cerca de 2 milhões de pessoas, especialmente mulheres.

 

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

artrite

Pesquisa revela que novo medicamento consegue eliminar sintomas da artrite reumatoide

Um novo medicamento, o upadacitinibe, em desenvolvimento pela AbbVie, tem apresentado bons resultados em pacientes …