sábado , novembro 25 2017
Home / Tratamentos / Vem aí novidades para pacientes que sofrem de enxaqueca

Vem aí novidades para pacientes que sofrem de enxaqueca

Enxaqueca é um problema muito mais prevalente do que se imagina. A OMS aponta que 15% da população brasileira sofre com este mal. Portanto, novidades em tratamentos são sempre bem-vindos. A Teva Farmacêutica apresentou dados que avaliam o fremanezumabe, um tratamento em investigação para a profilaxia de enxaqueca. Os estudos, feitos para o desenvolvimento do novo medicamento, incluem enxaqueca crônica e episódica. Também foram apresentados dados de cinco resumos e informações relatadas por pacientes no processo dos estudos clínicos de enxaqueca crônica.

“Os resultados estatisticamente significativos dos estudos de Enxaqueca Crônica e Enxaqueca Episódica consideram vários aspectos, incluindo melhoria na qualidade de vida, e destacam o potencial do fremanezumabe em proporcionar aos pacientes um alívio significativo”, disse Marcelo Bigal, Doutor em Medicina e Filosofia, Diretor Médico e Chefe de Desenvolvimento Clínico de Especialidades da Teva.

Os resultados mostram que os pacientes tiveram redução significativa no número de dias de dor de cabeça com severidade pelos menos  moderada; redução no número de dias mensais de uso de medicação aguda para dor de cabeça, além de melhoria dos índices de qualidade de vida e no estado de saúde geral.

Segundo Tony Pilha, diretor médico da Teva, “pacientes que utilizam medicações para crises agudas de enxaqueca poderão se beneficiar diminuindo o uso dos mesmos, pois a medicação ajuda na profilaxia”.

Ainda segundo o diretor médico, uma vez aprovado e lançado, o medicamento poderá fazer tratamento com fremanezumabe como primeira opção. Ou seja, não será preciso ter utilizado alguma terapia anterior. “O paciente deve ser avaliado pelo médico e pode utilizar fremanezumabe logo após diagnóstico”, explica Tony Pilha.

Fremanezumabe é um anticorpo monoclonal humanizado dirigido ao CGRP, um alvo bem conhecido na enxaqueca. Com disponibilidade limitada de opções de tratamento preventivo, fremanezumabe representa uma nova opção potencial para suprir uma importante necessidade médica não atendida.

 O lançamento nos EUA está previsto para o segundo semestre de 2018.

 

 

 

 

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

fernandavarella

Artigo: O prazo de carência e as internações de urgência e emergência

* Por Fernanda Varella A Lei Federal nº 9.656/98, que dispõe sobre os planos e …