sábado , dezembro 16 2017
Home / Tratamentos / Zebra deu alerta para câncer raro em SP

Zebra deu alerta para câncer raro em SP

zebra

 

Pedestres, carros, ônibus, motos e bicicletas. Todos esses elementos em grande escala, acompanhados pela conhecida trilha sonora das buzinas dos veículos parados no trânsito, fazem parte da rotina dos moradores de São Paulo, SP.  Porém, o que não é normal no dia a dia de uma grande presença de uma zebra circulando pela cidade.

A réplica de 1m60 de altura feita em resina marcou presença em São Paulo para alertar sobre um tumor raro.

Os tumores Neuroendócrinos, ou TNEs, são tumores pouco comuns que podem se desenvolver em qualquer parte do organismo em virtude do crescimento descontrolado das células do sistema neuroendócrino (hormonal). Embora possam surgir em qualquer lugar do corpo, ocorrem com mais frequência no sistema digestivo, no pâncreas e nos pulmões, podendo ser benignos (não-cancerosos) ou malignos (cancerosos).

Normalmente são pequenos e crescem vagarosamente ao longo de vários anos – apesar de alguns deles poderem crescer de maneira bastante rápida. Em geral, os TNEs só apresentam sintomas depois de terem crescido e se espalhado. Quando são descobertos, mais de 50% já se espalharam para outras partes do organismo (metástase). Os TNEs são difíceis de diagnosticar, porque em geral não apresentam sintomas – ou apenas sintomas inespecíficos – e são desconhecidos inclusive por boa parte dos médicos. Por isso, são simbolizados por uma zebra. Este tipo de tumor representa 2% de todos os tipos de câncer conhecidos e corre igualmente em homens e mulheres. A maior parte dos diagnósticos ocorre entre os 50 e os 60 anos de idade.

Comentários

Sobre Jaqueline Falcão

mm
Jornalista por paixão e formação, Jaqueline Falcão escreve sobre saúde desde 2001. Começou no Diário Popular como repórter, foi editora de Saúde do Diário de São Paulo. Depois, foi transferida para o jornal O Globo, sucursal São Paulo, onde permaneceu por 7 anos. A ideia de criar o "Página da Saúde", voltado para falar de tratamentos, descobertas da medicina, qualidade de vida, foi a vontade de ter mais liberdade para falar saúde em seus diversos aspectos para pessoas que cada vez mais buscam informação de credibilidade. E para isso está sempre em coletivas, seminários e congressos médicos para trazer as novidades. Na Europa e Estados Unidos, participou de coberturas em congressos e seminários sobre os temas tabagismo, câncer, esclerose múltipla, pesquisa clínica, saúde masculina, saúde feminina, depressão, vacinas e patentes. Entre os cursos e workshops na área de jornalismo de saúde, destaque para ressuscitação cardiopulmonar, infarto, câncer de pele, tabagismo, pesquisas clínicas no Brasil e no Mundo, lançamentos de novas classes de medicamentos, realizados em instituições como Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Sírio-Libanês, Hospital das Clínicas, Universidade de São Paulo, Unicamp, Tufts University (Boston - EUA), UC San Diego, Inter American Press Association (IAPA) e Massachusetts Institute of Technology (MIT).

Veja Também

Balão gástrico

Mitos e verdades sobre o balão gástrico, usado para emagrecer

O médico  Eduardo Grecco esclarece alguns mitos e verdades sobre o uso do balão gástrico, uma …